sexta-feira, 16 de maio de 2008

Impressão da Realidade

Hoje acordei com um sorriso no rosto. Sentindo uma leveza como se estivesse flutuando. Então, me espreguicei e senti os ossos estralarem. Estava viva!
Coloquei a costumeira roupa preta que não significa tristeza. É apenas a minha cor favorita. O cachecol confortou a sensação de frio.
Saí. Passei em frente à escola. Vi crianças felizes por que hoje era dia de gincana. Ouvi sorrisos. Vi abraços. Vi uma mãe chorando por ter de ficar mais um dia longe da filha para trabalhar.
No ônibus, vi um casal de velhinhos de mãos dadas. E pensei: “O verdadeiro amor existe. E eu quero um assim.”
Em plena avenida paulista um momento de silêncio. Pessoas andando rápido com a constumeira pressa. Ouvi passarinhos. Um momento de paz. Fiquei encantada. Realmente, foi algo inusitado. Enquanto andava observava tudo e de repente fui chamada à realidade quando ouvi a buzina de um caminhão...
Cotidiano – rotina – felicidade – amor...

O jardim floresce a cada dia... alguém está chegando...

Ligeiramente apaixonada por tudo!

Um beijo à todos! :)

6 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Post muito pertinente, e a sua cara Flavinha!! Sempre ligada a esses elementos cotidianos que muitas vezes nos passam despercebidos, mas que na verdade podem abrigar o motivo de muita vontade de viver e muita felicidade!! Adorei, parabéns!

Ah, seu blog tá cada vez melhor, com a exceção de uma página do "tudo grátis" que abre juntamente com a do blog... vê se tira isso... mas tudo bem, nada que apague seu brilho!!

Beijão linda!

Alcides disse...

Flávia,

Existem dois dias no ano em que não podemos fazer nada. Só dois dias: o ontem e o amanhã. Nós, porém, insistimos em permanecer exatamente nesses dias, pensando no que fizemos ou no que vamos realizar. No seu relato você viveu por muito tempo a realidade, o presente, o hoje e isso é muito bom. A isso eu chamo de momentos mágicos, quando a gente descobre que está AO VIVO no mundo e que pode fazer parte das cenas e ser o papel principal. Esses são os momentos em que acontece o amor a primeira vista, é coisa de fração de segundo, quando olhamos nos olhos de alguém, pode ser novo ou um velho amigo ou amiga. Quando vivemos o momento mágico descobrimos que fazemos parte do universo. Isso não é filosofia barata, É REAL.
"VIVA E DEIXE VIVER"

Beijos!
Alcides

Miguel Barroso disse...

Maravilha!
Abraços d´A SEIVA e do EU, SER IMPERFEITO.

Vinícius Aguiar disse...

QUEREMOS POST NOVOOOOOO...
QUEREMOS POST NOVOOOOOOOO...
AUAHHUAHUAHUAHUAHU

Beijos Flavinha!!!

Bruna Souza disse...

hummmmm...to sentindo que esse jardim vai florescer ainda mais minha flor de lótus!!!! rsrsr

Thiago Vieira disse...

Flavinha... desejo sinceramente que você nunca perca essa sua capacidade de olhar o cotidiano (que a cada dia nos consome mais) de uma forma tão simples e tão intensa ao mesmo tempo.

Às vezes, textos como este salvam os nossos dias...

Bjo grande!
Phill